Página Inicial > Avaliacao Quadrienal da Capes Evidencia Crescimento e Qualidade Dos Programas de Pos Graduacao da
Data de publicação 14/09/2022 - 15:45 Atualizado em 14/09/2022 - 15:45 29 visualizações

Avaliação quadrienal da Capes evidencia crescimento e qualidade dos programas de pós-graduação da Unipampa

Os Programas de Pós-graduação (PPGs) da Universidade Federal do Pampa (Unipampa) obtiveram resultados na Avaliação Quadrienal da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) que evidenciam o crescimento e a qualidade da pós-graduação na Instituição. O resultado preliminar foi divulgado na última segunda-feira, 12, e considerou a avaliação das atividades desenvolvidas no período de 2017 a 2020.

Com a divulgação do resultado, dos 20 programas de pós-graduação da Unipampa 50% aumentaram sua nota na avaliação: 10% são nota 5, 65% são nota 4 e 25% são nota 3. Na última avaliação, a maior proporção era de cursos nota 3 (65% nota 3, 30% nota 4 e 5% nota 5), conforme figura abaixo.

Proporção de PPGs da Unipampa por conceito

Com o resultado obtido, os cursos nota 4 estão aptos a apresentar uma proposta de curso de doutorado, o que abre uma nova perspectiva para a Unipampa e para o atendimento de projetos de desenvolvimento regional. “A Unipampa é muito jovem comparada a outras Universidades, mas o resultado da avaliação dos programas de pós-graduação mostra o potencial e a qualidade da ciência desenvolvida na Instituição”, afirma o reitor, Roberlaine Ribeiro Jorge.

 

Histórico, expansão e consolidação da pós-graduação na Unipampa

O primeiro programa de pós-graduação da Unipampa iniciou suas atividades em 2010 e, desde então, a pós-graduação na Universidade está em um processo de expansão. Segundo o pró-reitor de Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação (Proppi), Fabio Leivas, os resultados obtidos agora começaram com um trabalho conjunto entre a Proppi e os PPGs, em 2017, com a criação do Fórum dos Coordenadores de PPGs.

“O Fórum, desde então, vem realizando processos de formação e troca de experiências na Unipampa, incluindo a participação de convidados externos, sempre pensando nos aspectos relacionados à melhoria da qualidade dos cursos stricto sensu”, explica Leivas. Ainda de acordo com o pró-reitor, “a partir destes eventos e de uma comunicação direta entre a equipe técnica da Proppi, com o apoio dos campi, foi trabalhado o Planejamento Estratégico de cada PPG e da pós-graduação na Unipampa, e hoje podemos colher resultados extremamente positivos”.

Conforme a coordenadora de Pesquisa e Pós-Graduação da Unipampa, Pamela Carpes, após a criação e expansão dos cursos, a Unipampa entra em uma fase de consolidação da pós-graduação, ou seja, os cursos abertos estão evoluindo, qualificando-se e, como consequência, subindo de nota na avaliação da Capes. Com isso, pela primeira vez, a Instituição tem um número superior de programas com nota 4 (considerados Muito Bons) do que programas nota 3 (considerados Bons), e, ainda, temos 2 PPGs com nota 5 (Consolidados), um 100% Unipampa e outro em rede/formato associativo. Observe a figura abaixo:

Evolução do conceito dos PPGs na avaliação da Capes

“Os resultados atingidos no processo de avaliação quadrienal são fruto do trabalho de muitos e muitas, e nos alegra ver este reconhecimento”, afirma Leivas. O pró-reitor também parabeniza toda a comunidade acadêmica da Unipampa, em especial as coordenações dos PPGs, seus docentes e discentes, secretarias de pós-graduação, e os gestores por, mesmo em momentos de insegurança e de cortes orçamentários atingindo os investimentos em Ciência e Tecnologia, conseguirem demonstrar todo o potencial dos cursos de mestrado e doutorado da Instituição.

Confira a seguir os conceitos dos PPGs da Unipampa na avaliação da Capes:

Conceitos dos PPGs na Avaliação Quadrienal da Capes

Com informações de Fabio Leivas e Pamela Carpes, da Pró-Reitoria de Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação