Início > Covid 19 memorias linguisticas convida estudantes para criacao de um repositorio digital de textos
Data de Publicação 12/05/2020 - 14:01 Atualizado em 12/05/2020 - 17:50 484 visualizações

“Covid-19: memórias linguísticas” convida estudantes para criação de um repositório digital de textos sobre a pandemia

Por Aline Reinhardt da Silveira

Os estudantes de Letras do Campus Jaguarão estão convidados a participar do projeto de ensino “Covid-19: memórias linguísticas”. Desenvolvida pelas professoras Renata Silva, Jorama Stein e Leonor Simioni, a ação busca criar um repositório digital (RD) temático, o qual irá agregar e preservar produções linguísticas sobre a pandemia Covid-19. 

Os arquivos do repositório são escolhidos levando em conta seu potencial para objeto de pesquisa acadêmica e material de trabalho na sala de aula da educação básica e superior. A ação, em formato de projeto de ensino, também almeja exercitar nos graduandos em Letras o ponto de vista científico, mais especificamente, linguístico, sobre as textualidades e discursos em circulação durante a pandemia. 

Os estudantes interessados em participar podem enviar materiais via Moodle em três eixos: fake news, notícias de divulgação científica e ocorrências sintáticas. A proposta busca permitir descobrir como a Linguística e pandemia dialogam. “A ideia é dar um feedback aos estudantes, incentivar a interpretação dos textos arquivados, pois o repositório pretende exercitar a visão linguística de textualidades que circulam durante a pandemia”, explica Renata Silva. 

Como participar

Com a participação, é possível obter horas de Atividade Complementar de Graduação (ACG) - Ensino, na modalidade EAD. As docentes orientam que, para participar, o primeiro passo deve ser prestar a atenção em fake news, notícias de divulgação científica e ocorrências sintáticas relacionadas à temática do repositório. Se achar que o material é interessante, basta acessar a página do projeto no Moodle da Unipampa e inserir o arquivo.

A ação, pensada como resposta à Chamada Interna nº 04/2020 - Ações emergenciais de ensino, busca não só atentar os acadêmicos de Letras para as visões linguísticas da pandemia, mas também estimulá-los a enxergarem as manifestações linguísticas como objeto de investigação e ensino e conscientizá-los quanto à relevância da preservação digital de textos. 

Além disso, o projeto “Covid-19: memórias linguísticas” busca ofertar ações que mantenham o vínculo dos estudantes com os cursos de graduação em Letras durante o afastamento social, oportunizar ações computáveis como ACG e organizar um arquivo textual utilizável na pesquisa e nas atividades de ensino da educação básica e superior.

Covid-19: memórias linguísticas

Futuramente, o repositório poderá se tornar gatilho para a produção de podcasts figurando a discussão de estudiosos da Linguística sobre os textos recolhidos. “À medida em que o arquivo for se constituindo, alguns arquivos do repositório serão selecionados para serem discutidos por estudiosos da Linguística, sob o formato de podcast. O olhar acadêmico do aluno, exercitado via seleção textual, encontra a percepção especializada de um professor e, assim, a interlocução, do tipo científica e assíncrona, é estabelecida”, explicam as idealizadoras. Com a participação dos discentes, será possível estabelecer um diálogo a distância entre estudantes e professores das Letras, com foco na Linguística, “visando à construção de uma mirada científica sobre as linguagens da pandemia e à solidificação de uma memória dos ditos sobre o coronavírus”, finalizam.

    • Covid-19: memórias linguísticas
      Covid-19: memórias linguísticas
randomness