Ícone do FacebookÍcone do TwitterrÍcone do YouTube
Início > Criacao de uma politica institucional de inclusao de professores surdos e tema de reuniao
Data de Publicação 04/04/2019 - 12:33 Atualizado em 04/04/2019 - 12:33 1016 visualizações

Criação de uma política institucional de inclusão de professores surdos é tema de reunião

Por Franceli Couto Jorge

Na quarta-feira, 3, o reitor da Universidade Federal do Pampa (Unipampa), Marco Antonio Fontoura Hansen, recebeu a equipe do Núcleo de Inclusão e Acessibilidade (Nina) e professores da Língua Brasileira de Sinais (Libras) para discutir sobre a implantação de uma política institucional de inclusão dos docentes, por meio de uma comissão permanente, a fim de que seus direitos e garantias sejam respeitados.

A proposição partiu de uma comissão composta por professores surdos dos campi da instituição e pelo Nina. Na ocasião, os professores Keli Krause e Willian da Motta Brum, ambos do Campus São Borja, e Cássia Michele Virgínio da Silva, do Campus Caçapava do Sul, representaram os demais docentes.

Durante a reunião, a comissão apresentou demandas voltadas ao exame de proficiência em idioma estrangeiro ou em Língua Portuguesa como segunda língua para estudantes surdos ou deficientes auditivos de programas de pós-graduação stricto sensu e à implementação de um sistema de reserva de vagas para candidatos surdos ou com deficiência auditiva para ingresso nos cursos de mestrado e doutorado. Neste caso, o objetivo é prever a opção da realização da prova também na Língua Brasileira de Sinais, assim como, a ampliação do tempo em uma hora para a realização da prova escrita, conforme já é previsto na Lei nº 13.146/2013.

Criação de uma política institucional de inclusão de professores surdos é tema de reunião. Foto: Ronaldo Estevam

No encontro também foi tratado sobre os editais para concurso docente e o regimento da Coordenadoria de Língua Brasileira de Sinais (Counilibras). O objetivo deste é estabelecer normas referentes à realização de serviço de Língua Brasileira de Sinais na Unipampa exercido por servidores técnico-administrativos do cargo de tradutores/intérpretes de Libras/Português e de docentes de Libras.

Hansen destaca que a Reitoria tem um olhar atento para as especificidades e políticas propostas pelos setores. O reitor parabenizou os envolvidos pela proposição, pois garante que é fundamental conhecer as demandas a partir dos participantes das atividades.

 

Docentes de Libras que participam do Grupo de Trabalho:

- Ana Claudia Antunes – Campus Itaqui

- Ana Paula Gomes – Campus Alegrete

- Cássia Michele Virgínio da Silva – Campus Caçapava do Sul

- Keli Krause – Campus São Borja

- Marcelo Sander – Campus São Gabriel

- Marcio Friederich – Campus Jaguarão

- Willian Brum – Campus São Borja

- Valéria Gonçalves – Campus Uruguaiana