Início > Curso de medicina da unipampa obtem nota maxima em avaliacao do mec
Data de Publicação 11/05/2022 - 17:36 Atualizado em 11/05/2022 - 18:42 650 visualizações

Curso de Medicina da Unipampa obtém nota máxima em avaliação do MEC

Por Franceli Couto Jorge

Mais um curso de graduação da Universidade Federal do Pampa (Unipampa) obteve nota máxima em avaliação realizada pelo Ministério da Educação (MEC). O resultado do processo de reconhecimento do curso de Medicina foi divulgado nesta quarta-feira, 11, via sistema e-MEC. Em uma escala de 0 a 5, o curso de Medicina obteve nota 5. A visita de avaliação ocorreu presencialmente no Campus Uruguaiana, onde o curso é ofertado, entre os dias 2 e 4 de maio de 2022.

A avaliação contemplou três dimensões: organização didático-pedagógica; corpo docente e tutorial e infraestrutura. Conforme o coordenador acadêmico do Campus Uruguaiana, João Felipe Peres Rezer, que também é docente no curso de Medicina, os avaliadores do MEC realizaram uma visita criteriosa, por meio da qual observaram os cenários de prática, as metodologias de ensino, as instalações e infraestrutura do campus e realizaram entrevista com o corpo docente e discente.

No resultado, a comissão de avaliadores afirmou que “a IES [Instituição de Ensino Superior] tem, neste campus, corpo docente e gestores muito competentes, comprometidos com o curso e com ótima relação com os parceiros (gestores públicos e dirigentes das unidades de saúde conveniadas), com docentes e discentes”. Os avaliadores ainda destacaram que: “o projeto pedagógico do curso e a capacidade da IES de colocá-lo, verdadeiramente, em prática merecem grande destaque, ficando evidente o esforço e dedicação de todos os atores envolvidos para que este objetivo seja atingido”.

O reitor da Unipampa, Roberlaine Ribeiro Jorge, afirma que “o reconhecimento com a nota máxima indica que estamos no caminho certo, mas temos consciência que podemos oferecer muito mais”. O dirigente acrescenta: “dedico essa nota a toda comunidade da Unipampa de Uruguaiana, em especial aos envolvidos no curso de Medicina, equipe diretiva do campus e à Pró-Reitoria de Graduação (Prograd), acompanhando de perto todo o processo avaliativo, procurando dar todo o suporte. Sempre que temos esse reconhecimento, toda a universidade se congratula e fica muito orgulhosa de fazer parte dessa instituição que faz a sua história a cada dia”.

A coordenadora do curso, professora Rita de Cássia Evaldt, acredita que a nota 5 representa o esforço de todos e todas que fazem parte da família que é o curso de Medicina.  “Com o apoio incansável da nossa Instituição, conseguimos acertar o caminho do nosso objetivo maior: oferecer à Fronteira Oeste o atendimento de saúde de qualidade, com a presença constante de princípios básicos e formar um profissional humanista e generalista”, afirma a docente que também é médica. Rita Evaldt prossegue: “um desafio que, seja pela simples distância física de outros polos ou pela árdua construção de tudo desde o princípio, seguimos cumprindo com nosso máximo empenho. E a partir de agora um empenho cada vez maior para mantermos a qualidade do que temos e melhorar cada vez mais”.

Para Rezer, o resultado obtido traz muito orgulho. “É o reconhecimento do trabalho árduo do campus e de seu corpo docente, dos alunos que acreditaram no potencial do curso, e da Reitoria”. Conforme o coordenador acadêmico, a nota obtida foi construída por muitas mãos e reflete o compromisso e a qualidade da Universidade.

Sobre o curso de Medicina

Ofertado pelo Campus Uruguaiana, o curso de Medicina possui aulas em turno integral e duração de 12 semestres. Atualmente, conta com 13 turmas, cerca 320 discentes, com 50 servidores, sendo 44 docentes e seis técnico-administrativos em educação. Os discentes usufruem de uma estrutura de aproximadamente 20 laboratórios, incluindo o Centro de Simulação de Habilidades Médicas e o Laboratório de Anatomia Humana. As atividades práticas são desenvolvidas, em Uruguaiana, no Hospital Santa Casa de Caridade e nos Centros de Estratégias de Saúde da Família e, em São Borja, no Hospital Ivan Goulart.

 

    • Curso de Medicina da Unipampa obtém nota máxima em avaliação do MEC
      Curso de Medicina da Unipampa obtém nota máxima em avaliação do MEC