Início > Unipampa cria comite tecnico e social de enfrentamento condicoes de emergencia sobre eventos
Data de Publicação 09/05/2024 - 12:07 Atualizado em 09/05/2024 - 14:54 337 visualizações

Unipampa cria Comitê Técnico e Social de Enfrentamento às Condições de Emergência sobre Eventos Climáticos Excepcionais

A Universidade Federal do Pampa (Unipampa) criou, na quarta-feira, 8, o Comitê Técnico e Social de Enfrentamento às Condições de Emergência sobre Eventos Climáticos Excepcionais no Estado do Rio Grande do Sul, por meio das Portarias nº 672, nº 673 e nº 677. O Comitê Técnico surge a partir da necessidade de um grupo consultivo sobre os impactos decorrentes de eventos climáticos nas atividades acadêmicas e administrativas da Unipampa, visando subsidiar as deliberações dos dirigentes da Universidade.

O Comitê Técnico é composto pelo reitor da Instituição, Edward Frederico Castro Pessano, pela vice-reitora, Francéli Brizolla, e mais 21 membros, entre servidoras e servidores docentes e técnico-administrativos em Educação de diversas áreas do conhecimento e representação discente. Conforme o reitor, Edward Pessano, o Comitê será o responsável pela avaliação técnica sobre as condições dos campi da Unipampa e será, também, propositivo na questão da manutenção ou suspensão das atividades. “O Comitê tem como missão dar subsídios para a gestão da Universidade sobre a tomada de decisões para enfrentamento da crise climática e encaminhamento das ações em relação às atividades de ensino, pesquisa e extensão na Unipampa”, afirma.

De acordo com o dirigente, “a criação do Comitê é de grande relevância para o momento que o Estado está passando, porque ele é composto de uma equipe multiprofissional, contando com assistentes sociais, psicólogo, professores da área da Educação e da área das Engenharias - que trabalham com pesquisas sobre mobilidade de solo e de logística -, ou seja, é um grupo técnico”, enfatiza Edward.

O coordenador do Comitê, professor Roberto Barboza Castanho, destaca o caráter técnico do Comitê: “na primeira reunião que realizamos em 8 de maio ficou clara a necessidade de que as próximas decisões que venham a atender a comunidade acadêmica sejam tomadas com base em dados e informações técnicas”. Castanho completa dizendo que “precisamos verificar, diante de questões como o fornecimento de alimentos tanto para a população quanto para os Restaurantes Universitários, fornecimento de gás e água, as estruturas das rodovias e a qualidade dos serviços de energia elétrica e internet, quais serão as condições para a continuidade das atividades da Universidade”. O Comitê se reunirá periodicamente e sempre que necessário para avaliar e discutir os impactos da crise climática.

    • Unipampa cria Comitê Técnico e Social de Enfrentamento às Condições de Emergência sobre Eventos Climáticos Excepcionais
      Unipampa cria Comitê Técnico e Social de Enfrentamento às Condições de Emergência sobre Eventos Climáticos Excepcionais