Início > Unipampa estabelece fluxos de servicos de traducao e interpretacao de libras
Data de Publicação 11/06/2021 - 14:56 Atualizado em 16/06/2021 - 15:19 134 visualizações

Unipampa estabelece fluxos de serviços de tradução e interpretação de Libras

Por Tamíris Centeno Pereira da Rosa

A Universidade Federal do Pampa (Unipampa) divulgou na última quarta-feira, 9, a Instrução Normativa nº 12 que estabelece os procedimentos internos sobre oferta e demanda dos serviços de tradução e interpretação da Língua Brasileira de Sinais (Libras), no âmbito da instituição. O documento apresenta as definições, objetivos, fluxos e atuação dos tradutores/ intérpretes de Libras.

De acordo com a coordenadora do Núcleo de Inclusão e Acessibilidade (Nina), Débora Figueira, houve a necessidade de adaptações nas metodologias de ensino utilizadas no período de Atividades de Ensino Remoto Emergenciais (Aeres), e por isso foi preciso pensar na otimização dos serviços de acessibilidade comunicacional em Libras, uma vez que as atividades estavam sendo desenvolvidas de maneira remota e o número de discentes surdos aumentou na Universidade.

“Nesse sentido, criou-se um Grupo de Trabalho (GT), com integrantes Técnico em Assuntos Educacionais, Docentes Surdos, Pró-Reitores, Nina e Assessoria de Diversidade, Ações Afirmativas e Inclusão (Adafi) que analisou um documento enviado pela categoria de Tradutores e Intérpretes de Libras”, segundo Figueira. Ela explica que foram avaliados aspectos legais e institucionais, de modo que a Instrução Normativa pudesse estabelecer melhor o fluxo de solicitação de atendimento, os direitos e deveres dos servidores TILS e a descrição das atribuições.

Com a publicação da portaria, a inclusão dos Discentes e Docentes Surdos nas atividades de Ensino, Pesquisa e Extensão será mais efetiva uma vez que a Instrução Normativa trata essas atividades como prioridade, principalmente as atividades em sala de aula.

Tags: Gestão