Ícone do FacebookÍcone do TwitterrÍcone do YouTube
Início > Unipampa lanca pesquisa para analisar dependencia de smartphones entre universitarios brasileiros
Data de Publicação 08/11/2019 - 17:05 Atualizado em 11/11/2019 - 15:31 313 visualizações

Unipampa lança pesquisa para analisar dependência de smartphones entre universitários brasileiros

Por Tamíris Centeno Pereira da Rosa

Está aberta uma pesquisa que pretende analisar o comportamento de dependência de smartphone dos universitários das Instituições públicas de ensino Superior do Brasil. A iniciativa faz parte da dissertação do mestrando do Programa de Pós-Graduação em Administração (PPGA), Rafael Amorim,sob orientação da professora da Unipampa, Kathiane Benedetti Corso, e pode ser respondida até o dia 23 de dezembro.

Para a realização desta pesquisa, foi desenvolvido exclusivamente um aplicativo para a plataforma Android, chamado "Meu Celular, Meu Vício", disponível no Google Play.

Após instalado, o aplicativo requisita ao participante o preenchimento de um questionário de dependência de smartphone e um questionário socioeconômico. É estimado que o tempo necessário para resposta dos dois questionários seja de 5 a 10 minutos. Finalizada esta etapa, o aplicativo permanece em execução não interfirindo na usabilidade do aparelho, pelo período mínimo de 15 dias e máximo de 30 dias.

Ao término desse prazo, o participante é notificado e pode remover o aplicativo. Periodicamente, informações sobre os hábitos de uso do participante são capturadas, como por exemplo quais aplicativos foram utilizados e por quanto tempo, ciclos de carga e descarga da bateria e também tempo de uso diário do aparelho. De forma anônima, essas informações são transmitidas via conexão criptografada para um banco de dados centralizado via internet sem fio (quando disponível) ou ainda, caso o participante concorde e altere nas configurações do aplicativo, via rede de dados móveis. Salienta-se que nenhuma informação pessoal é registrada, como, por exemplo, informações digitadas, exibidas na tela ou ainda imagens capturadas através da câmera.

Os universitários poderão responder a pesquisa será feita através do aplicativo "Meu Celular, Meu Vício".