Início > Unipampa Lanca Instrucao Normativa Que Estabelece Protocolos Institucionais de Biosseguranca E
Data de publicação 06/05/2021 - 17:39 Atualizado em: 07/05/2021 - 16:53 35 visualizações

Unipampa lança instrução normativa que estabelece protocolos institucionais de biossegurança e elaboração de planos de contingência

Por Aline Reinhardt da Silveira

A Universidade Federal do Pampa (Unipampa) lançou em 3 de maio de 2021 a Instrução Normativa (IN) nº 2, a qual estabelece os protocolos institucionais de biossegurança e as diretrizes para a elaboração e execução dos planos de contingência no âmbito da Universidade.

Esta Instrução Normativa faz parte das ações que estão sendo tomadas no âmbito da Universidade para o monitoramento e o acompanhamento da situação ocasionada pela emergência sanitária relacionada ao novo coronavírus, como vem sendo feito desde março de 2020 pela Unipampa - a exemplo da adoção, entre outras medidas, de Atividades de Ensino Remoto Emergenciais (AERES). “[O lançamento da IN] não está relacionado a previsão de retorno presencial; inclusive, socializamos com a comunidade acadêmica, deixamos isso bem claro. Não existe previsão de retorno, mas precisamos estar preparados, organizados para o momento que isso for acontecer”, afirma o reitor da Unipampa, Roberlaine Ribeiro Jorge.

O professor destaca: “A construção da IN foi fruto de um amplo debate com todas as categorias da comunidade acadêmica, buscando um documento que trouxesse segurança a todos, tendo como principal critério a preservação das vidas”.

capa da IN, sobre fundo verde há desenho representando o coronavirus com uma tarja vermelha que o cruza

O Reitor da Unipampa, Roberlaine Ribeiro Jorge, reforça, ainda, que os protocolos de biossegurança estão sendo elaborados em na Instituição desde o lançamento da Portaria Conjunta SES/SEDUC nº 1, de 2 de junho de 2020. “A elaboração dos protocolos foi a base para organizar com segurança a manutenção das atividades essenciais que foram mantidas nos campi. Alguns campi já possuem aprovação de seus protocolos de retorno pelo comitê estadual. A IN só vem a reforçar e respaldar a organização que vem sendo levada a cabo pela coordenação institucional do comitê de monitoramento e os COE-E Locais. Reiterando a aprovação dos protocolos de biossegurança não autorizam nosso retorno, esse retorno só ocorrerá quando tivermos as condições sanitárias para que isso aconteça”, explica.

Confira a Instrução Normativa nº 2, disponível no site do Comitê de Monitoramento do Coronavírus da Unipampa

 

 

randomness