Início > Nota de repudio neabi oliveira silveira campus bage
Nota de Repúdio Neabi Oliveira Silveira - Campus Bagé
Data de publicação 18/06/2020 - 12:51 Atualizado em 18/06/2020 - 12:51
Por Manoel Carvalho Abreu

       O Núcleo de Estudos Afro-Brasileiros e Indígenas Oliveira Silveira vem através desta nota manifestar explícito repúdio a todas as formas de racismo e violência policial constantemente vivenciadas por negros e negras e clamar a todas as instâncias sociais que se aliem às lutas contra a opressão vivida histórica e diariamente pelas populações afrodiaspóricas em escala mundial.
        É imprescindível a adoção de soluções que mantenham crianças, adolescentes, jovens, adultos e idosos negros vivos, sonhando, sorrindo e livres. Se o Estado não assegurar os direitos das pessoas negras, enquanto vivermos numa sociedade que usa o racismo como tecnologia para matar não teremos uma sociedade com equidade racial que mantenha os sonhos, sorrisos e corpos Negros Vivos. É importante lembrar que para cada adolescente e jovem sem liberdades ou morto, existem milhares de sonhos interrompidos, famílias destruídas e um mundo desconexo.
         A percepção de que as mazelas permanecem, muitas vezes disfarçadas de civilidade não pode ser menosprezada. Eliminar essa discrepância social onde todo o sofrimento e dificuldade é encarado como exagero, faz com que todos tenham disponibilizadas oportunidades negadas diariamente.
          Unimo-nos aos manifestos que reivindicam tomadas de consciência e atitude quanto às vidas negras neste trágico cenário nos contextos brasileiro e norte-americano.. Ressaltamos o cotidiano dramático vivido por negros e negras no Brasil, juntando-nos às famílias e memórias de João Pedro, Ágatha Vitória, Marielle e tantos/as outros/as negros e negras e clamamos à sociedade que se una à luta antirracista, demandando do Estado políticas de inclusão que desfaçam contundentemente as mazelas da escravidão e o constante estado de medo e terror por parte de populações negras neste país.

randomness