Ícone do FacebookÍcone do TwitterrÍcone do YouTube
Início > Jaguarao recebe o iv copene sul
Data de Publicação 17/07/2019 - 19:23 Atualizado em 19/07/2019 - 11:48 353 visualizações

Jaguarão recebe o IV Copene Sul

Por Tamíris Centeno Pereira da Rosa

A partir da noite da última terça-feira (16) a cidade de Jaguarão está tendo a  chance de participar de um momento especial nas discussões que envolvem o debate sobre a defesa dos avanços sociais e o risco de perda com os ataques às conquistas políticas dos movimentos negros nas últimas décadas com a realização do IV Congresso de Pesquisadores(as) Negros(as) (Copene) Sul.

O evento acontece até a noite da próxima sexta-feira, 19, e é uma realização da Associação Brasileira de Pesquisadores(as) Negros(as) (Abpn), Núcleo de Estudos Afro-brasileiros e Indígenas Mocinha (Neabi – Campus Jaguarão) e Universidade Federal do Pampa (Unipampa). Durante os quatro dias de evento serão apresentados 120 trabalhos, em sete sessões temáticas, 11 minicursos e 35 apresentações de pôsteres.

A primeira noite contou com apresentações culturais dando lugar, em seguida, ao início dos trabalhos. Participaram da cerimônia de abertura, no Teatro Esperança, a vice-reitora da Unipampa, Nádia Bucco, a diretora do Campus Jaguarão, Ana Cristina Rodrigues, a coordenadora do evento, professora Giane Escobar, a presidente da ABPN, Nicéa Amauro, o prefeito de Jaguarão, Favio Telis, o coordenador da Coordenadoria de Ações Afirmativas (CAF) da Unipampa, Sebastião Cerqueira Adão e a escritora moçambicana, Paulina Chiziane.

De acordo com a coordenadora do evento, Giane Escobar, o tema do evento é Ancestralidade, Conquistas e Resistências em Tempo de Intolerância e ela acredita que os avanços em função das Ações Afirmativas devem ser comemorados. “é isso que nos move também nesse encontro, nós avançamos muito nos últimos anos, graças às lutas dos movimentos negros, dos movimentos sociais, as políticas públicas de expansão das universidades em lugares há tanto tempo esquecidos, e a Unipampa é uma dessas ações afirmativas”, destacou a professora que ainda complementou: “todos os esforços valeram a pena, novamente a palavra que nos move é resistência, porque nós temos o direito de existir aqui na academia, neste teatro, nas universidades e em qualquer lugar que a gente quiser. Aqui é um território negro, um lugar de aquilombamento, isso é o IV Copene Sul”.

A vice-reitora da Unipampa, Nádia Bucco, na oportunidade, destacou a importância de espaços que visem discussões envolvendo às temáticas. “O debate proposto por esta temática é de suma importância diante dos desafios civilizatórios que temos observado, como o agravamento do racismo, do machismo, da homofobia, da intolerância religiosa e de outros tipos de preconceito”. Bucco ainda ressaltou que “só a educação é capaz de vencer o preconceito. Só pela educação a sociedade será capaz de se tornar imune a qualquer injustiça”.

O aluno do Curso de Relações Internacionais, Jordy Navarrete, contou que não esperava tanto do evento, como o empoderamento dos participantes. “Fico bastante intimidado por eu fazer parte do grupo de negros étnico-racial e tudo mais. Eu me considero latino-americano, pois venho de uma família peruana, minha mãe é ameríndia, meu pai é negro, então eu sou uma mistura de tudo e tenho as aparências indígenas, pele escura e para mim isso é um choque porque eu não tenho essa consciência clara de quem eu sou, da onde eu  pertenço e eu vejo que o pessoal aqui traz esse sentimento de unidade. Esse encontro é muito especial para isso, não somente para isso, para essa questão de autoconhecimento, vamos dizer assim, mas também para refletir sobre outras questões da vida dos alunos”, falou ele.

A escritora moçambicana Paulina Chiziane é a presença mais importante do evento e falou sobre a importância de eventos que discutam as temáticas definidas no IV Copene Sul:  “Primeiro tiram-nos de casa e vamos conhecer outras pessoas e estabelecer novos afetos, segundo há muito pensamento, há muito saber, há muito trabalho que vai ser realizado. É muito bonito termos um espaço como este para partilhar conhecimento, por exemplo, ideias novas que podem surgir. Eu que venho da África ouvi hoje de manhã pontos de vista muito interessantes sobre áreas de pesquisa, não é só reclamar o direito de existir como negro, como ser humano e cidadão, mas é também preciso olhar para todas as áreas de conhecimento com sabedoria, desde meio ambiente, economia, finanças, tudo isso. Até que ponto uma mudança climática afeta a vida de toda a gente?”, questionou ela.  Chiziane ainda concluiu “Desperta, de certa maneira, para agirmos coletivamente”.

Nesta quarta-feira, 17, no Clube 24 de agosto,  houve o lançamentos de diversos livros: “Negras Palavras Gaúchas 2” - João Heitor Silva Macedo; “Jovem Preto Rei” – Hercules da Silva Marques; “Guerra às Drogas e a Manutenção da Hierarquia Racial” – Daniela Ferrugem; “Literatura Negro-brasileira & formação do leitor literário: manual didático e miniantologia de autores negros” – Thiago Santos da Rosa; “Chico” – Oscar Henrique Marques Cardoso; “Ildefonso Juvenal da Silva: um memorialista negro no Sul do Brasil” – Fábio Garcia; “Boca de conflito: universidade brasileira, racismo & Marx” – Luiz Mauricio Azevedo; “Liga da Canela Preta: A história do negro no futebol” – José Antônio dos Santos; e “Decolonialidades da Educação em Ciências” – Marta R. S. Nunes.

As atividades do evento acontecem até sexta-feira, 19. Dentro do Campus Jaguarão está sendo exibida a Feira Afro com a exposição para a venda de produtos de empreendedores, artistas e artesões afro-brasileiros.

Acompanhe a programação:

19h30 – 20h30. CONFERÊNCIA 2

• Tema: Tradição Oral Moçambicana, Ancestralidades e Resistência Negra;

• Conferencista: Paulina Chiziane (Escritora Moçambicana);

• Mediação: Prof.ª Dr.ª Giane Vargas Escobar (UNIPAMPA/NEABI MOCINHA);

 • Local: Teatro Esperança - Avenida 27 de Janeiro, 533 - Jaguarão/RS.

20h30 – 21h30. CULTURAL

 • Atração: Orquestra de Trombones RSbones (UFSM);

• Local: Teatro Esperança - Avenida 27 de Janeiro, 533 - Jaguarão/RS.

21h30 - 21h45. PERFORMANCE

• “Para que despierten las mujeres todas” com Dedy Ricardo.

• Local: Teatro Esperança - Avenida 27 de Janeiro, 533 - Jaguarão/RS

 22h00 - 2h00. CULTURAL

• Atrações: Marielda e Banda Eu e Vocês, Vocês e Eu e Banda Afro Black Soul;

• Local: Unipampa - Campus Jaguarão.

3º DIA – QUINTA-FEIRA, 18 DE JULHO DE 2019

08h00 – 17h30. ABERTURA FEIRA AFRO E RECEPÇÃO, CREDENCIAMENTO E ENTREGA DE MATERIAIS

• Local: Espaço de Convivência – Acadêmicos II - Unipampa – Campus Jaguarão.

08h30 – 10h00. SESSÕES TEMÁTICAS DE APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS

 • Local: Acadêmicos II - Unipampa – Campus Jaguarão.

08h30 – 10h00. MINICURSOS E OFICINAS

 • Local: Acadêmicos I - Unipampa – Campus Jaguarão.

08h30 – 10h00. OFICINAS CULTURAIS

• “Oluchi Turbantes” com Vanessa Silva e Priscila Pereira;

• Local: Espaço de Convivência Dandara – Acadêmicos I - Unipampa – Campus Jaguarão;

• “Com agulha, linha e pano compartilhamos histórias”, com Mestra Griô Sirley Amaro;

• Local: Galeria Intercultural Magliani – Acadêmicos I - Unipampa – Campus Jaguarão.

10h00 – 10h30. INTERVALO

10h30 – 12h30. MESA REDONDA 3

• Tema: Saberes Tradicionais e Intolerância Religiosa;

 • Palestrantes: Ialorixá Mãe Nice D’Xangô (Ilê Axé Mãe Nice D’Xangô-RS); Iyágunã Dalzira Maria Aparecida (Iyalorisá do Templo Religioso Ilê Asé Ojogbo Ogum-PR); Carolina dos Anjos de Borba (UFPR); Manoel Chevara (Representação Afro-Religiosa do Uruguai) e Amparo Núñez (Representação Afro-Religiosa do Uruguai);

• Mediação: Prof.ª Dr.ª Marta Iris Camargo Messias da Silveira (Neabi Unipampa/Uruguaiana) • Local: Teatro Esperança - Avenida 27 de Janeiro, 533 - Jaguarão/RS.

12h30 – 13h30. INTERVALO PARA ALMOÇO

13h30 – 16h00. LANÇAMENTOS DE DOCUMENTÁRIOS

• 13h30. JAGUARÃO: Cidade Negra! Realização: Equipe de Fotografia e Filmagem do IV Copene Sul, Neabi Mocinha (Maria Cezarino Cardozo) e acadêmicos da disciplina de Patrimônio e Museus 2019.1 do curso de licenciatura em História da Universidade Federal do Pampa, campus Jaguarão;

 • 15h00. João Brás da Silva, mais brasileiro impossível! Realização: Núcleo de Estudos Afro-Brasileiro e Indígenas (NEABI) do campus Uruguaiana da Universidade Federal do Pampa (Unipampa);

 • Local: Auditório – Acadêmicos I - Unipampa – Campus Jaguarão.

16h00 – 16h15. APRESENTAÇÃO DE PESQUISA

• Pesquisa de alunos da Rede de Educação Básica sobre o Clube Social Negro Guarani da Cidade de Arroio Grande/RS – Escola Municipal Silvinia Gonçalves;

• Local: Acadêmicos I - Unipampa – Campus Jaguarão.

14h00 – 16h00. SESSÕES TEMÁTICAS DE APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS E APRESENTAÇÃO DE PÔSTERES

• Local: Acadêmicos I - Unipampa – Campus Jaguarão.

16h00 – 16h30. INTERVALO

16h30 – 18h30. MESA REDONDA 4

• Tema: Comunidades Quilombolas e Direitos Humanos;

• Palestrantes: Marta Madeira e Alamir Madeira (Comunidade Madeira - Jaguarão-RS); Antônio Roberto Lopes Oliveira (Quilombo da Casca – Mostardas-RS);

• Mediação: Profa . Dra . Georgina Lima Nunes (UFPEL);

• Local: Teatro Esperança - Avenida 27 de Janeiro, 533 - Jaguarão/RS.

18h30 – 19h00. INTERVALO

19h30 – 20h30. CONFERÊNCIA 3

• Tema: Os desafios da Educação das Relações Étnico-Raciais no Brasil em tempo de intolerância;

• Conferencista: Prof.ª Dr.ª Maria de Lourdes Siqueira (UFBA);

• Mediação: Prof.ª Dr.ª Lucimar Rosa Dias (UFPR);

 • Local: Teatro Esperança - Avenida 27 de Janeiro, 533 - Jaguarão/RS.

20h30 – 21h30. HOMENAGENS

• Homenagens a Instituições Privadas (UNISINOS, ULBRA, PUC/RS...);

• Professora Doutora Petronilha Gonçalves e Silva (UFSCAR);

• Professora Doutora Luiza Bairros (in memorian), na presença de sua sobrinha Fernanda Bairros;

• Poeta e Escritor Oliveira Silveira (in memorian), na presença de sua filha Naiara Silveira e Lançamento do Site Oficial;

 • Local: Teatro Esperança - Avenida 27 de Janeiro, 533 - Jaguarão/RS.

 23h00 – FESTA PRETA

• Evento de confraternização do IV Copene Sul (por adesão);

• Atrações: Pâmela Amaro, DJ Hyra e DJ Helô;

• Local: Clube 24 de Agosto - Rua Augusto Leivas, nº 217, Jaguarão/RS.

 4º DIA – SEXTA-FEIRA, 19 DE JULHO DE 2019

09h30 – 12h30. ABERTURA FEIRA AFRO E RECEPÇÃO, CREDENCIAMENTO E ENTREGA DE MATERIAIS

• Local: Espaço de Convivência – Acadêmicos II - Unipampa – Campus Jaguarão.

09h30 – 10h30. SESSÕES TEMÁTICAS DE APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS

• Local: Acadêmicos II - Unipampa – Campus Jaguarão.

09h30 – 10h30. MINICURSOS E OFICINAS

• Local: Acadêmicos I - Unipampa – Campus Jaguarão.

10h30 – 12h30. MESA REDONDA 5

• Tema: Resistências Negras na Fronteira Sul: Projetos, Parcerias e Possibilidades;

• Palestrantes: Prof. Dr. Julio Pereyra (UDELAR-UY), Romero Rodriguez (Mundo Afro/UY), Lourdes Adriana Martínez Betervide (MIDES-UY), Alexandra Vega Pereira (Secretaria de Gênero – Espacio Pró-Afro/Cerro Largo – UY), Edith Gonzalez (Centro Uruguaio de Melo-UY);

• Mediação: Prof. Dr. Everton Férrér Oliveira (Unipampa);

• Local: Teatro Esperança - Avenida 27 de Janeiro, 533 - Jaguarão/RS.

 12h30 – 13h30. INTERVALO PARA ALMOÇO

13h30 – 14h30. LANÇAMENTO DOCUMENTÁRIO

• “Rainhas Negras do Clube 24 de Agosto” Realização: Bolsistas do Projeto de Pesquisa Rainhas Negras do Clube 24 de Agosto – Identidades e Representações e Trajetórias de Mulheres de um Clube Social Negro na fronteira Brasil-Uruguai;

• Local: Teatro Esperança - Avenida 27 de Janeiro, 533 - Jaguarão/RS.

14h30 - 15h30. CONFERÊNCIA 4

• Tema: Intelectualidades Negras na Fronteira Sul: perspectivas AfroLatino-Americanas;

• Conferencistas: Beatriz Ramires (MIDES-UY) e Chabela Ramirez (Casa de Cultura Afrouruguaia/Afrogama - UY);

• Mediação: Prof. Dr. Delton Felipe (UEM-RR);

• Local: Teatro Esperança - Avenida 27 de Janeiro, 533 - Jaguarão/RS.

 15h30 – 17h30. ASSEMBLÉIA DE ENCERRAMENTO – IV COPENE SUL

• Local: Teatro Esperança - Avenida 27 de Janeiro, 533 - Jaguarão/RS.

17h30 – 18h30. CULTURAL DE ENCERRAMENTO

 • Atrações: Chabela Ramirez e Afrogama Candombe;

• Local: Teatro Esperança - Avenida 27 de Janeiro, 533 - Jaguarão/RS.

  • A Feira Afro acontece no Centro de Convivência do Prédio Acadêmicos II do Campus Jaguarão. Fotos: Tamíris Centeno

    A Feira Afro acontece no Centro de Convivência do Prédio Acadêmicos II do Campus Jaguarão. Fotos: Tamíris Centeno

    A Feira Afro acontece no Centro de Convivência do Prédio Acadêmicos II do Campus Jaguarão. Fotos: Tamíris Centeno

    A Feira Afro acontece no Centro de Convivência do Prédio Acadêmicos II do Campus Jaguarão. Fotos: Tamíris Centeno

    O Grupo Cultural Abi Axé apresentou "O sagrado no àiyé" durante a abertura do IV Copene Sul. Foto: Tamíris Centeno

    O Grupo Cultural Abi Axé apresentou "O sagrado no àiyé" durante a abertura do IV Copene Sul. Foto: Tamíris Centen

    O Grupo Cultural Abi Axé apresentou "O sagrado no àiyé" durante a abertura do IV Copene Sul. Foto: Tamíris Centen

    O Grupo Cultural Abi Axé apresentou "O sagrado no àiyé" durante a abertura do IV Copene Sul. Foto: Tamíris Centen

    O Teatro Esperança foi palco da abertura do IV Copene Sul. Fotos: Tamíris Centeno

    O Teatro Esperança foi palco da abertura do IV Copene Sul. Fotos: Tamíris Centeno

    O Teatro Esperança foi palco da abertura do IV Copene Sul. Fotos: Tamíris Centeno

    O Teatro Esperança foi palco da abertura do IV Copene Sul. Fotos: Tamíris Centeno

randomness