Início > Projeto da unipampa e aprovado em programa de colaboracao com alemanha
Data de Publicação 06/01/2020 - 15:20 Atualizado em 06/01/2020 - 15:20 2202 visualizações

Projeto da Unipampa é aprovado em programa de colaboração com a Alemanha

Pesquisa iniciada em Uruguaiana receberá fomento Capes/Probral

Projeto de pesquisa da Universidade Federal do Pampa (Unipampa) foi aprovado no Edital nº 14/2019 da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), no programa Probral de fomento para pesquisa em colaboração com a Alemanha. O projeto é entitulado "Effect of acute sensory intervention on balance, sensitivity, and foot coordination in obese elderly", e coordenado pelo professor Felipe Carpes, professor associado da Unipampa no Campus Uruguaiana e bolsista de produtividade do CNPq.

O projeto, que será desenvolvido em parceria com a Technische Universitat Chemnitz, tem como principal objetivo investigar os efeitos de diferentes técnicas de estimulação sensorial na região dos pés e tornozelos sobre a capacidade reativa na locomoção e postura de idosos. Em estudos anteriores, os pesquisadores envolvidos demonstraram que manipulando a sensibilidade plantar, por exemplo, idosos respondem diferentemente de adultos quando realizam tarefas de locomoção e postura. Além disso, demonstraram que a obesidade afeta negativamente o uso da informação sensorial para o controle de movimentos.

Os experimentos previstos serão desenvolvidos empregando ferramentas disponíveis na Unipampa, na Technische Universitat Chemnitz, e outras que a equipe do projeto desenvolverá em parceria. ”Ao final do projeto, esperamos avançar não somente no conhecimento teórico sobre o tema, mas também com a proposição de protocolos e instrumentos para avaliação e intervenção clínica nessa população”, explica Carpes.

O edital Capes Probral financiará o projeto por quatro anos. O orçamento aprovando inclui bolsas de doutorado no exterior, bolsas de doutorado sanduíche, bolsas de pós-doutorado e apoio financeiro a membros da equipe para visitas na instituição alemã. Além disso, a parceria DAAD (Serviço Alemão de Intercâmbio Acadêmico, na sigla em Alemão) garante recursos para que estudantes e pesquisadores da equipe alemã também venham para o Brasil para atividades na Unipampa. 

Conforme explica o pesquisador, o projeto aprovado é fruto de um trabalho em colaboração que já existe. Em 2018,  o professor Felipe Carpes foi convidado, via programa International Promovieren an der Technischen Universität Chemnitz (InProTUC), para ministrar um curso na Universidade Alemã, e desde então o projeto em colaboração começou a ser delineado. Uma fase inicial, inclusive, já está em andamento na Unipampa, e o grupo já submeteu um artigo com dados de um experimento realizado na Alemanha. 

"A expectativa é que o fomento recebido tenha um impacto muito positivo nas atividades dos estudantes envolvidos com o grupo de pesquisa em neuromecânica aplicada e os programas de pós-graduação em ciências fisiológicas e em bioquímica do Campus Uruguaiana, onde o projeto será realizado. A perspectiva de um aluno de doutorado ingressar no curso sabendo da possibilidade de um estágio no exterior pode ser um fator de motivação muito importante para o sucesso dos nossos projetos”, complementa.

 

Com informações de Felipe Carpes

randomness