Início > Retorno aulas unipampa apresenta o planejamento para o inicio do semestre letivo remoto em julho de
Data de Publicação 04/06/2020 - 13:44 Atualizado em 04/06/2020 - 21:45 7519 visualizações

Retorno às aulas: Unipampa apresenta o planejamento para o início do semestre letivo remoto em julho de 2020

Por Franceli Couto Jorge

A Universidade Federal do Pampa (Unipampa) divulgou, na terça-feira, 2, por meio de Comunicado à Comunidade Acadêmica, a proposta pelo início do semestre letivo remotamente em julho de 2020. As discussões sobre o novo Calendário Acadêmico e as estratégias a serem implementadas considerando as especificidades de cada curso serão conduzidas por um Grupo de Trabalho criado por meio de portaria para esse fim.

A proposta para a retomadas das atividades de ensino prevê um Calendário Acadêmico estruturado em cinco fases. A primeira delas, que está em andamento, compreende a realização e análise dos resultados de uma pesquisa com a comunidade acadêmica sobre o nível de acesso aos meios digitais, bem como, a proposição de um Grupo de Trabalho (GT) composto por servidores da Pró-Reitoria de Graduação (Prograd), diretores e coordenadores acadêmicos das dez Unidades Universitárias.

A segunda fase tem por objetivo sensibilizar a comunidade acadêmica sobre o novo momento da educação e a necessidade de novas metodologias para o ensino superior. Uma roda de conversa on-line sobre “Os Novos Tempos no Ensino Superior” será realizada na próxima segunda-feira, 8, às 14h, com a presença do reitor da Unipampa, Roberlaine Ribeiro Jorge, do pró-reitor de Graduação, Pedro Kemerich, e das professoras convidadas da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Maria Beatriz Luce, e da Universidade Federal de Pelotas (UFPel), Maria de Fátima Cóssio.

Evento integra as fases de planejamento para o retorno remoto às aulas - Divulgação/Unipampa

A fase seguinte está prevista para ocorrer entre os dias 10 e 19 de junho. Nesse período, a meta é definir o funcionamento da oferta de componentes curriculares, dando a devida atenção aos concludentes (componentes de Trabalho de Conclusão de Curso e Estágios); produzir uma campanha direcionada aos ingressantes e um plano de recuperação de aulas aos discentes que não puderem assistir às atividades. Também serão realizados cursos e eventos direcionados aos docentes para o preparo das aulas na modalidade remota.

Para o mês de junho está prevista, ainda, a retomada das atividades da pós-graduação. Após estudo de viabilidade pela Pró-Reitoria de Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação (Proppi) junto aos cursos, o pró-reitor, Fábio Gallas Leivas, afirma que se pretende retomar os componentes curriculares de forma 100% remota, a partir da segunda quinzena de junho. “A retomada é essencial para o desenvolvimento acadêmico dos discentes. Cada curso fará a avaliação das disciplinas que são possíveis de serem ofertadas nessa modalidade e somente ocorrerão aquelas em que todos os alunos matriculados possam participar”, ressalta Leivas. O pró-reitor de Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação destaca também que “todos os cuidados estão sendo tomados para que o estudante não seja prejudicado”. A proposta passará por avaliação da Comissão Superior de Ensino na sexta-feira, 05 de junho.

A penúltima fase compreende um período de formação para os estudantes, que será organizado pelos campi com o auxílio da Prograd. O objetivo é preparar os discentes para o uso de ambientes virtuais de aprendizagem como o Moodle, o Google Classroom e outras ferramentas que sejam indicadas pelas Unidades Universitárias. Será nessa fase, ainda, a organização dos componentes pelas Secretarias Acadêmicas e pelos docentes, a revisão das turmas e possíveis matrículas em Componentes Curriculares Complementares de Graduação ofertados pelo momento de exceção.

A quinta e última fase caracteriza-se pelo início do semestre letivo. A abertura oficial das atividades acadêmicas está prevista para o dia 20 de julho. O reitor da Unipampa afirma que há o conhecimento de que parte dos discentes não tem acesso à internet e, por isso, a Instituição está pensando em alternativas para promover uma educação inclusiva. “Estamos buscando um edital que contemple o fornecimento de um pacote de dados aos estudantes. A assistência estudantil é fundamental nesse momento de grande vulnerabilidade, e precisamos prover os nossos discentes, de modo a garantir uma educação inclusiva e de qualidade”, explica Roberlaine Ribeiro Jorge.

 

Pesquisa investiga o nível de acesso da comunidade acadêmica aos meios digitais

Para planejar o retorno às atividades de ensino remotamente, a Unipampa realiza uma pesquisa para conhecer o nível de acesso da comunidade acadêmica aos meios digitais. A consulta está sendo feita aos discentes e aos servidores. Na fase inicial da pesquisa, 3.206 discentes responderam ao questionário. Já o número de servidores que participou é de 784. Identificar os equipamentos disponíveis de discentes e servidores para estudo e trabalho, a forma de acesso à internet e o nível de conhecimento e uso das plataformas digitais são algumas das metas da investigação.

Para que o planejamento seja o mais adequado à realidade da comunidade acadêmica, o pró-reitor de Graduação, Pedro Kemerich, destaca a importância de que o questionário seja respondido. “Ele vai ser um instrumento balizador das nossas ações. (...) Se nós tivermos um universo amostral significativo, nós conseguiremos nortear as nossas políticas”, explica. O gestor também esclarece que haverá um acompanhamento direto com as pessoas que não responderem à pesquisa. “Nós também vamos tentar entrar em contato com esses não respondentes de outras formas como, por exemplo, por meio de telefone e outros mecanismos que nós vamos criar para ver qual é a real situação dessas pessoas, se elas não responderam porque não têm interesse em participar da pesquisa ou se elas estão sem acesso à internet”, informa o pró-reitor.

A pesquisa ficará disponível por mais uma semana, porém, Kemerich afirma que, se houver necessidade, o questionário poderá ser reaberto ao longo das cinco fases trabalhadas para o retorno às atividades.

Se você é estudante, acesse: Consulta aos discentes sobre o nível de acesso aos meios digitais

Se você é servidor, acesse: Consulta aos docentes e técnico-administrativos em educação sobre o nível de acesso aos meios digitais

 

Formação docente

Durante o período de distanciamento social, a Unipampa busca qualificar seus servidores para o ensino remoto. Cursos, rodas de conversa on-line, palestras virtuais e webinários estão sendo promovidos pela Pró-Reitoria de Graduação (Prograd). Em entrevista com o pró-reitor, Pedro Kemerich, gravada antes do anúncio do retorno às aulas, o professor explica as ações ofertadas para o desenvolvimento profissional docente. Assista a seguir:

 

 

 

 

 

    • Unipampa apresenta o planejamento para o início do semestre letivo remoto em julho de 2020
      Unipampa apresenta o planejamento para o início do semestre letivo remoto em julho de 2020